Simpósio “A crise mundial e o enfrentamento da pobreza no Brasil”

blog_top

Com o objetivo de discutir a situação econômica atual nas políticas de enfrentamento da pobreza no Brasil e no Maranhão, a Faculdade Laboro realiza nos dias 17 e 18 de outubro de 2015, em São Luís, o Simpósio “A crise mundial e o enfrentamento da pobreza no Brasil”.

O evento é voltado para gestores estaduais e municipais e seus assessores, conselheiros, diretores de unidades públicas de Assistência Social, organizações não-governamentais e comunidade interessada no tema. Além de alunos dos cursos de pós-graduação realizados pela Faculdade Laboro, em especial do curso de Políticas Públicas e Gestão da Assistência Social.

O simpósio será ministrado pela Prof.ª Margarete Cutrim, assistente Social com larga experiência na gestão do SUAS, ex–secretária de Estado de Desenvolvimento Social e ex-diretora do Departamento de Proteção Social Especial.

As inscrições podem ser feitas na recepção da Faculdade Laboro, em São Luís, e custam R$ 120 para graduados, R$ 100 conveniados, R$ 80 para alunos do último ano de graduação e são gratuitas para alunos da pós-graduação da Faculdade Laboro, bem como para professores e alunos da graduação tecnológica em Redes de Computadores e Gestão Hospitalar da Faculdade Laboro.

Programação

Dia 17 de outubro de 2015

8h – Apresentação institucional e das autoridades ou representantes presentes

8h30 – Breve apresentação institucional sobre o enfrentamento à pobreza, por meio das políticas públicas

10h15 – Exposição Oral

> O que é pobreza: distintas concepções.

> A pobreza e suas multifaces no Brasil e no Maranhão: o que faz ser considerado pobre?

> O Enfrentamento à pobreza na agenda pública no Brasil e no Maranhão: pobreza, fome e prefeiturização das relações sociais no Maranhão.

11h – Debate

12h – Intervalo

14h – Painel: A organização do estado brasileiro e as diferentes vertentes históricas de proteção social

17h30 – Debate

Dia 18 de outubro de 2015

8h – A intersetorialidade das políticas públicas no enfrentamento à pobreza e os indicadores sociais do Maranhão

11h – Debate

12h – Avaliação do simpósio e encerramento